No dia 22 de fevereiro, a Unisinos entregou uma importante obra ao município de São Leopoldo (RS): a reforma da Clínica Médica C2 da Fundação Hospital Centenário. A iniciativa integra um conjunto de investimentos da Unisinos previstos no Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (Coapes) e será o primeiro espaço do hospital municipal a receber os alunos do curso de Medicina da Universidade.

Com investimentos em torno de R$ 300 mil, o espaço reformado inclui 16 leitos para internação de pacientes. “Hoje estamos inaugurando esse espaço, que concretiza uma parceria que está acontecendo desde 2017. É um pequeno passo desse grande projeto”, destacou a presidenta da Fundação Hospital Centenário, Lilian Silva.

Alguns estudantes de Medicina estiveram presentes na inauguração, acompanhados da coordenadora do curso, Cláudia Salles Stadtlober.. “Esse é um momento muito especial. Essa é uma entrega para os alunos e para comunidade de São Leopoldo. Esperamos que seja o primeiro de muitos espaços qualificados para o ensino e para assistência”, afirmou Cláudia.

Durante a solenidade, o reitor da Unisinos, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino, reafirmou o compromisso da Universidade com o município. “Nós, da Unisinos, renovamos o nosso carinho com a cidade de São Leopoldo. O curso de Medicina é um passo adiante na entrega da nossa Universidade para o povo. É um pequeno passo, mas passo por passo, nós vamos avançando em benefícios para o povo brasileiro e de São Leopoldo”, enfatizou o jesuíta.

O secretário da Saúde do Município, Ricardo Charão, falou que esse é o momento de começar a colher os frutos do trabalho que vem sendo feito desde 2017, e destacou que o hospital é referência para 18 municípios. “Aqui nós estamos trabalhando não só para o município de São Leopoldo, mas para toda a região que o hospital atende”, ressaltou.

O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi, lembrou que a ideia do curso de Medicina teve o esforço de muitas mãos ao longo do processo e destacou o fato das ações começarem a tomar forma. “Nós estamos solidificando a nossa parceira com a Universidade. Tenho certeza que a saúde de São Leopoldo se tornará referência no país inteiro nos próximos anos, tanto na questão de saúde preventiva quanto na área hospitalar”, afirmou o prefeito.

Investimentos em Saúde

Desde o início do curso de Medicina, os alunos têm desenvolvido atividades junto às Unidades Básicas de Saúde, e a Unisinos tem investido na infraestrutura desses espaços. Até o final do mês, mais uma entrega será feita: a do projeto piloto da UBS Cohab Feitoria, com a implantação de dois consultórios e uma sala de aula para 40 alunos. A ideia é replicar esse mesmo modelo em outras unidades do município. Este ano, são 217 alunos do curso de Medicina atuando junto à rede pública de saúde.

Desde 2017, a Unisinos investiu cerca de 1 milhão e 700 mil na saúde do município de São Leopoldo, contando horas de professores, bolsas em cursos da Universidade, consultorias, reforma na clínica médica do Hospital Centenário e a construção da sala de aula e dos consultórios na UBS Cohab Feitoria. “A reforma da clínica médica no Hospital Centenário e a construção da estrutura na UBS Cohab Feitoria são as duas primeiras entregas em obras. Serão espaços de ensino e serviço, ou seja, teremos nossos alunos vivenciando na prática seu aprendizado ao mesmo tempo em que ajudamos a qualificar a saúde pública do município”, destacou o gerente administrativo da Graduação e coordenador do Projeto Estratégico de Ensino-Serviço em Saúde da Unisinos, Alexandre Wolffenbuttel.

Fonte: Assessoria de Comunicação Unisinos

Fotos: Rodrigo W. Blum/Unisinos

Mais notícias