O Ministério da Educação (MEC) divulgou, no dia 27 de setembro, a lista de instituições de ensino superior que receberão o direito de sediar o curso de Medicina, sendo a Unisinos a universidade escolhida na cidade de São Leopoldo.

Esse resultado vem ao encontro de um movimento protagonizado pela Unisinos na busca pela qualificação da saúde na região do Vale do Sinos. Nesse sentido, a Universidade tem trabalhado em três dimensões: a melhoria e a qualificação da rede de saúde básica do município de São Leopoldo, o desenvolvimento de um projeto para o Hospital Centenário e a criação de um cluster regional de saúde.

“A escolha da Unisinos pelo Ministério da Educação para oferecer o curso de Medicina em São Leopoldo deixa nossa comunidade universitária com um sentimento de alegria e de confiança. Alegria porque ratifica o trabalho sério e qualificado feito pelo nosso corpo docente e tecnofuncional. A Unisinos sente-se orgulhosa da história de sua atuação na saúde básica de caráter preventivo, pelos seus cursos na área da saúde e pela sua atuação na pesquisa e em projetos sociais. Confiança porque sua proposta para uma Rede Escola de alcance regional, aliada à vontade de contribuir com o aperfeiçoamento do Hospital Centenário em sua benemérita atuação junto à população do município de São Leopoldo e região, e à sua já testada competência em estabelecer sinergia entre tecnologia de ponta e saúde, abrem novo horizonte de esperança para essa população para os próximos dez anos, tempo de implantação e de maturação do nosso curso de Medicina”, declarou o reitor da Unisinos, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino.

Fonte: Assessoria de Comunicação Unisinos

Foto: Rodrigo W. Blum/Unisinos

Mais notícias