A Unisinos celebrou no dia 12 de setembro, o recebimento da guarda do acervo do escritor, jornalista e músico, Luis Fernando Verissimo, em solenidade realizada no Campus Unisinos Porto Alegre.

Na ocasião, Verissimo e o reitor da Unisinos, Pe. Marcelo Fernandes de Aquino, assinaram o Contrato de Comodato, que torna a Unisinos responsável pela conservação, disponibilização e divulgação da obra de escritor para fins acadêmicos, culturais e promoção da pesquisa. “Como dizem que falo pouco, vou cumprir isso”, brincou Verissimo. “Só gostaria de agradecer a honra de estar aqui e agradecer à Ana Guimarães, Maria da Glória, Lucia e Fernanda pelo apoio”, concluiu o escritor.

Em sua fala, Pe. Marcelo destacou o aspecto multifacetado da obra de Verissimo. “No acervo vemos o saxofonista, escritor, cidadão e escutamos teu silêncio, que muitas vezes é barulhento”, declarou o jesuíta. “Teu acervo é algo tão precioso, que guarda a tua vida. Vida tão honrada que conseguiu um feito raro aqui no Brasil, que é viver de sua caneta”, concluiu o reitor.

São 1.159 títulos de periódicos e 382 livros, como títulos do autor, antologias e edições estrangeiras. Troféus, publicações na imprensa, documentos audiovisuais, manuscritos, memorabilia, comprovantes de crítica, edição e adaptação, quadros, esculturas, entre outras homenagens recebidas pelo escritor também fazem parte do acervo. O patrimônio ficará disponível no andar B do Campus Unisinos Porto Alegre.

Juntamente, a Unisinos inaugurou o Espaço Luis Fernando Verissimo, uma homenagem a um dos mais expressivos intelectuais gaúchos. O local fica no andar térreo da Torre Educacional do Campus Unisinos Porto Alegre, e foi idealizado para acolher eventos culturais, institucionais e acadêmicos da universidade e comunidade.

 

Sobre Luis Fernando Verissimo

O gaúcho Luis Fernando Verissimo é um escritor conhecido por suas crônicas e contos de humor. Filho do escritor Érico Verissimo e de Mafalda Halfen Volpe, nasceu em 26 de setembro de 1936 em Porto Alegre. Em 1973 fez sua primeira publicação, “O Popular”, uma coletânea de textos bem humorados, já publicados em jornais onde havia trabalhado. Verissimo já escreveu para diversos jornais e revistas do país. Em 1981, na Feira do Livro de Porto Alegre, lançou o livro de crônicas “O Analista de Bagé”, que se esgotou em dois dias. Atualmente escreve para os jornais O Globo, Estadão e Zero Hora.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Unisinos

Fotos: Rodrigo W. Blum/Unisinos

Mais notícias