A Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC) realizou em São Paulo, de 13 a 15 de janeiro de 2016, o 24º Congresso Interamericano de Educação Católica. O evento, que contou com a presença do Ministro da Educação, Aloísio Mercadante, teve por objetivo “repensar e relançar o papel da Escola Católica para o século XXI na América, à luz das análises das propostas educativas eclesiais, em diálogo com os desafios e com as realidades de nosso continente”. O Ministro agradeceu o apoio que a igreja católica dá a educação desde os primórdios da história do Brasil. Segundo ele, “a Escola Católica tem um papel fundamental nesse momento de construção da Base Nacional Curricular Comum, nos diversos fóruns de participação e reflexão”. Os cerca de mil participantes, foram levados a construir um espaço de reflexão para a Escola Católica da América sobre os sonhos e caminhos a percorrer, considerando que pessoas se pretendem educar e os riscos a assumir.

O delegado para Educação Básica da Província do Brasil da Companhia de Jesus, P. Mário Sündermann, afirma que este tipo de encontro fortalece o apostolado educativo da Igreja Católica como um todo. Para ele, “o encontro com profissionais da educação de outras congregações e centros educativos permite mergulhar em diferentes espaços e formas de aprendizagem, visualizar saídas criativas para os desafios que permeiam a educação hoje e ainda é um espaço propício para troca de experiências. O evento aproximou educadores de toda América Latina e provoca-nos a fazer parcerias a fim de garantir a formação integral e inclusiva a que nos propomos”.

O Colégio Anchieta representou as escolas da Rede Jesuíta de Educação, participando da mesa redonda Família-Escola. O diretor acadêmico do Colégio, professor Dário Schneider, falou sobre os projetos do Anchieta que sistematizam a participação dos pais, como a “Jornada pais & Filhos: encontros e desencontros”, o “Projeto Apadrinhamento” e o “Nosso jeito de aprender”, todos dentro de um programa maior, o “Valorização da Vida”. Segundo Schneider, a ideia era apresentar na prática o que a Escola Católica cultiva em suas ações, e mostrar de que forma este tema Escola e Família é desenvolvido no sentido de buscar espaços de escuta e partilha, de inovação e conexão em um trabalho de parceria. “O congresso foi uma grande oportunidade de mostrar a identidade da Rede Jesuíta de Educação, as experiências pedagógicas significativas e, também, em ampliar os horizontes com novas ações na perspectiva de projetos comuns para toda Rede”.

Fonte: Assessoria de Comunicação ASAV

Fotos: Divulgação

Mais notícias