Profissionais de instituições jesuítas participam da quarta etapa do Projeto Pegadas de Santo Inácio

O Centro de Espiritualidade Cristo Rei – CECREI, em São Leopoldo, recebeu o grupo de participantes da quarta etapa do Projeto Pegadas de Santo Inácio, realizada de 12 a 15 de abril. O encontro reuniu 25 profissionais, de sete instituições jesuítas: Associação Antônio Vieira – ASAV, colégios Anchieta e Catarinense, Paróquia Santo Inácio (Cascavel-PR), Centro de Cidadania e Assistência Social – CCIAS (São Leopoldo-RS), Núcleo de Espiritualidade de Pelotas (RS) e Fundação Fé e Alegria de Palhoça (SC).

Focada na segunda semana dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola, a quarta etapa do Projeto teve a assessoria do pároco da cidade de Itapiranga (SC), Pe. Luiz Neis, que destacou os conceitos a trabalhados ao longo do encontro. “Essa etapa do curso de formação está centralizada nos Exercícios Espirituais, que traz entre os fundamentos temas como o chamado e o seguimento do Senhor. Diante disso, o encontro alternou elementos teóricos, momentos de oração e partilhas em grupo”, disse o jesuíta.

A procura por retiros e, consequentemente, pela participação no Projeto Pegadas de Santo Inácio vem ganhando cada vez mais adeptos. Para o Pe. Luiz Neis, o aumento do número de interessados se dá pelo retiro “ser um momento de ‘lucidez’ em meio à correria na qual a vida nos envolve no dia a dia. Adquirimos maior consciência e damos melhor seguimento à nossa conscientização como cidadãos, preocupados não apenas consigo, mas com os demais”.

 

Profissionais enaltecem a experiência

A quarta etapa do Projeto teve como eixo central a segunda semana dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola e proporcionou aos profissionais das instituições jesuítas uma experiência mais voltada ao silêncio, à oração pessoal e ao encontro interior, como destacou a professora de Português e Literatura do Ensino Médio do Colégio Catarinense, Lenita Zambra. “Os Exercícios Espirituais permitiram um momento de interiorização, partilha e oração em tempos tão conturbados, buscando o Magis em nossas vidas e em nosso trabalho, para que possamos ter uma sociedade mais humana”, frisou.

Para a psicóloga do projeto PROMAIOR, vinculado ao CCIAS, Maria Regina Morales, a quarta etapa do Projeto representou um “oásis” em sua espiritualidade. “Participar do Pegadas trouxe paz no meu dia a dia movimentado por escutas sofridas e violentas. Momentos de contemplação, oração e conversa com Jesus Cristo, assim como o compartilhamento de experiências, representaram uma recarga ímpar de boas energias para o enfrentamento do mundo hoje”, salientou Maria Regina.

Presente no encontro no CECREI, a secretária da Paróquia Santo Inácio, de Cascavel (PR), Fátima Amarante, enfatizou que o “encontro foi bem proveitoso, visto os diversos instantes que proporcionaram orações e muitas reflexões para todos os presentes”.

Professor de Educação Física da Educação Infantil do Colégio Anchieta, Guilherme Haro destacou os pontos positivos que o Projeto traz para o dia a dia, tanto na vida pessoal quanto na profissional “Da quarta etapa que participamos, podemos salientar dois pontos bem importantes: a contemplação e, em especial, a oração. Ambas são palavras que continuam ecoando dentro de mim. É bacana enaltecer que conseguimos retornar ao cotidiano num clima mais tranquilo, desacelerado. Uma condição que somente um momento único como essa iniciativa dos Pegadas pode nos proporcionar”, ressaltou Haro.

Fonte: Assessoria de Comunicação ASAV

Fotos: Matheus Kiesling/ASAV

Mais notícias

By | 2018-05-29T09:32:01+00:00 abril 17th, 2018|Espiritualidade|