Escola Padre Arrupe promove atividades envolvendo toda a comunidade educativa

Buscando sensibilizar a comunidade educativa para o cuidado com o próximo, a Escola Padre Arrupe vem realizando diversas atividades de instrução, que envolvem alunos, familiares e educadores. Indo ao encontro dessa iniciativa, a instituição de ensino de Teresina promoveu duas atividades entre o final de maio e início de junho: a passeata em prol do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes e dois encontros que abordaram o enfrentamento à violência contra as mulheres e o empoderamento feminino.

De acordo com a Assistente Social da Escola Padre Arrupe, Hildelblane Alves, as iniciativas têm como objetivo sensibilizar a todos que fazem parte não apenas da instituição de ensino, mas da comunidade do bairro Portal da Alegria. “No geral, as atividades superaram nossas expectativas. A Escola Padre Arrupe trabalha para o bem-estar de nossas crianças e, com essa ação, estamos chamando a atenção das famílias e da sociedade para o enfrentamento da violência infantil. Acima de tudo, buscamos formar pessoas conscientes, competentes, compassivas e comprometidas, capazes de intervir de modo significativo na realidade, colaborando para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. As mães, por sua vez, tiraram suas dúvidas, e conheceram outros aplicativos, que podem contribuir com o enfrentamento à violência. Com os encontros, foi possível perceber que sentiram-se mais seguras e empoderadas”, frisou.

Eventos tratam sobre o enfrentamento da violência contra as mulheres e o empoderamento feminino

No dia 08 de junho, a instituição de ensino da Rede Jesuíta de Educação promoveu dois eventos que foram ao encontro de uma temática que necessita de maior atenção por parte da sociedade: a violência contra as mulheres.

No turno da manhã, sob o olhar atento de 70 mulheres da comunidade, a Escola recebeu a delegada responsável pelo Núcleo de Feminicídio de Teresina, Anamelka Cadena, que trouxe a palestra ‘Realidade em Foco – Violência contra mulher’, que tratou sobre questões relevantes do cotidiano das mulheres, tendo como pano de fundo o empoderamento feminino. No encontro, a delegada – considerada uma das referências na área no país – destacou que a polícia vem buscando estreitar os laços com a população e que, de certa forma, está capacitando o cidadão para ser um agente social. “Eu gosto do público escolar e acadêmico porque tem interesse pelo conhecimento e utiliza esse conhecimento a favor da proteção de todos”, disse Anamelka.

À tarde, foi a vez da advogada Jahyara de Oliveira Souza abordar a temática de enfrentamento à violência contra as mulheres, em um bate-papo que contou com cerca de 20 participantes.

Não à violência contra crianças e adolescentes: comunidade educativa faz passeata no bairro Portal da Alegria

Cerca de 400 pessoas, entre alunos, familiares e educadores da Escola Padre Arrupe, percorreram o bairro Portal da Alegria no dia 23 de maio, para pedir um basta à violência contra crianças e adolescentes, na passeata em prol do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes. A ação foi organizada pela equipe de Serviço Social da instituição de ensino da Rede Jesuíta de Educação.

Foi ao som da música “Tempo de Alegria”, da cantora Ivete Sangalo, que alunos, pais e profissionais da Escola alertaram a comunidade para os perigos que meninos e meninas correm dentro e fora de suas casas. A passeata ainda contou com um momento emocionante, quando pais e familiares, juntos, formaram uma corrente em torno dos estudantes, como forma de simbolizar proteção às crianças.

Fonte: Assessoria de Comunicação ASAV

Fotos: Divulgação

Mais notícias

By | 2018-06-25T11:28:34+00:00 junho 12th, 2018|Educacional|