O Dia Mundial do Refugiado, celebrado em 20 de junho, traz a reflexão sobre um mundo onde diariamente milhares de pessoas são forçadas a deixar seus lares por conta de guerras, perseguições, violações de direitos humanos, fome e pobreza. O apoio à data é de extrema relevância para sensibilização do público em geral, visto o crescente cenário de intolerância e xenofobia em muitas partes do globo.

Alguns números relativos ao refúgio em todo o planeta foram apresentados nesta segunda-feira (19/06) pelo ACNUR – Agência da ONU para Refugiados, através do relatório Tendências Globais. O documento destaca que uma em cada 113 pessoas no mundo é, atualmente, reconhecida como refugiada. O relatório ainda aponta um total de 65,6 milhões de pessoas deslocadas até o final de 2016, representando um aumento de mais de 300 mil pessoas em relação ao ano anterior.

No Rio Grande do Sul, um dos estados com maior número de solicitantes de refúgio no Brasil, foi promovida a Copa dos Refugiados 2017, um espetáculo de integração entre a sociedade gaúcha e a população de migrantes e refugiados, que reuniu 110 atletas de oito equipes, representando Senegal, Angola, Haiti, Colômbia, Venezuela e Peru. Tendo como palco a Arena do Grêmio, o evento foi prestigiado por mais de 2.600 pessoas, arrecadando um total de 1,2 tonelada de alimentos não perecíveis, além de 5 mil brinquedos.

Em Porto Alegre, a Copa dos Refugiados 2017 foi uma realização em parceria entre Associação Antônio Vieira (ASAV), Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR), Prefeitura Municipal de Porto Alegre e Agência Ponto, e contou com o apoio do Fórum de Mobilidade Humana do Rio Grande do Sul, da Arena do Grêmio, do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense e da Associação Buriti de Arte, Cultura e Esporte (ABACE).

Após a realização da primeira Copa dos Refugiados na capital gaúcha, bons frutos vêm sendo colhidos não só no Rio Grande do Sul. Como efeito, a Copa dos Refugiados de São Paulo, que nos anos de 2014, 2015 e 2016, teve campos de várzea ou quadras de gramado sintético recebendo o torneio, em 2017 contará com um estádio de futebol profissional como sede: a Arena Corinthians. Em outubro, mais um evento, entre os vencedores dos torneios de Porto Alegre e São Paulo, tendo, dessa vez, o Estádio do Pacaembu como palco.