A comunidade educativa do Colégio Catarinense comemorou no início de dezembro o excelente desempenho de seus estudantes em três Olimpíadas estudantis: nas Olimpíadas Regional e Mirim de Matemática, na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Escolas Privadas e na XIII Olimpíada Catarinense de Química.

Ao todo, 48 estudantes da instituição de ensino da Rede Jesuíta de Educação receberam premiações e menções honrosas nas três competições voltadas à área da educação, conquistando bons resultados tanto em nível regional quanto nacional.

 

Olimpíadas de Matemática

2

Vinte e três alunos do Colégio Catarinense foram premiados nas Olimpíadas Regional e Mirim de Matemática e também na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Escolas Privadas. Participaram, como orientadoras, as professoras Magda Poy, Silvia Daniela Socal e Ana Vianice, da Unidade de Ensino I, e Mayna Volker dos Santos e Canuela Bender Iskiewicz, da Unidade de Ensino II.

A Olimpíada Regional de Matemática de Santa Catarina é realizada desde 1998, a partir de um projeto de extensão do Departamento de Matemática, com o apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão da Universidade Federal de Santa Catarina. Participam da Olimpíada os estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental a 3ª série do Ensino Médio de qualquer escola pública ou particular, que competem em níveis distintos, de acordo com sua formação.

Já a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada e tem como objetivo estimular o estudo da Matemática e revelar talentos na área. Pela primeira vez, a competição estudantil contou com participantes de colégios particulares.

 

Olimpíada Catarinense de Química

Vinte e cinco alunos do Colégio Catarinense receberam premiações e menções honrosas na Olimpíada Brasileira de Química. Destaque para o aluno Luca Tamashiro Decker, da 3ª série B, premiado com a medalha de prata na Olimpíada Catarinense de Química e que também recebeu Menção Honrosa na Olimpíada Brasileira de Química.

A Olimpíada Catarinense de Química reconheceu os estudantes da rede pública e particular que se destacaram no estudo da ciência química, assim como as instituições de ensino que apresentaram maior número de pontos obtidos através dos alunos detentores de medalhas. O Colégio Catarinense conquistou o 2º lugar entre as instituições com maior número de pontos.

A Olimpíada Catarinense de Química é realizada pela Unidade Tecnológica da Universidade do Sul de Santa Catarina através dos cursos de Engenharia Química, Química (bacharelado e licenciatura) e Gerência de Ensino, Pesquisa, Pós-graduação, Extensão e Inovação, em parceria com o Conselho Regional de Química e apoio da Secretaria de Estado da educação de Santa Catarina, integrando o movimento do Programa Nacional de Olimpíadas de Química.

Fonte: Assessoria de Comunicação Colégio Catarinense

Fotos: Divulgação

Mais notícias