Uma das obras voltadas à área de ação social mantidas pela Associação Antônio Vieira, o Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores, mais conhecido como CEPAT, comemora 25 anos de existência em 2015.

O coordenador geral do CEPAT, Jonas Jorge da Silva cita, entre outros, a importância da instituição junto àqueles que buscam conquistar seu espaço no mercado de trabalho. “Entre os trabalhos desenvolvidos ao longo dos anos, destaca-se a capacitação oferecida aos trabalhadores para a luta sindical, a formação ético-política, a espiritualidade e a administração da Casa do Trabalhador, prédio histórico para os grupos populares, que foi palco de encontros de movimentos sociais e eclesiais”, diz Silva.

Conhecido em todo o estado paranaense, o CEPAT prestou, entre os anos de 1996 e 2005, serviços por meio da Escola de Formação Fé e Política. A partir de 2008, já reconhecido como Centro Jesuíta de Cidadania e Ação Social (CJCIAS), passou a responder ao esforço do Apostolado Social da Companhia de Jesus diante dos desafios enfrentados pela sociedade atual. “Nosso trabalho é investir nas pessoas, na organização popular e na própria capacidade humana de viver em comunidade, abrir-se para o outro, para a diversidade cultural e o aprendizado coletivo”, afirma Silva.

A instituição promove o Programa de Formação Político-Cidadã, um conjunto de projetos sociais que oferecem assessoramento para a formação e capacitação de lideranças da comunidade e movimentos sociais, também realizando atividades voltadas à linha da espiritualidade. O CEPAT ainda conta com parceria junto ao Instituto Humanitas Unisinos (IHU), onde, além de contribuir com a atualização das notícias diárias do site, usufrui do conteúdo disponibilizado pelo IHU para formação e capacitação da equipe de trabalho.

Em 25 anos de atuação, o CEPAT buscou contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária, alguns dos preceitos dos jesuítas. “A instituição procura assumir a missão da Companhia de Jesus, quando essa incentiva a todo o seu corpo apostólico a trabalhar em prol do serviço da fé e da promoção da justiça”, conclui Silva.

Fonte: CEPAT

Fotos: Divulgação/CEPAT